Dicas Locação

8 erros comuns ao alugar um carro que você não deve cometer

Escrito por Lokamig Rent a Car

Optar pela locação é uma boa saída para quem não tem condições ou intenção de adquirir um veículo, está em outra cidade, deseja viajar e/ou testar um modelo diferente de veículo. Porém, algumas pessoas acabam saindo no prejuízo por cometerem erros comuns ao alugar um carro. 

Pensando nisso, preparamos um artigo que vai lhe auxiliar na hora de contratar esse tipo de serviço, permitindo ao locatário aproveitar o máximo de benefícios oferecidos sem ter preocupações com gastos adicionais ou outros transtornos inesperados. Continue sua leitura e saiba mais!

1. Escolher qualquer carro

Antes de mais nada, quem vai alugar um automóvel tem que conhecer as próprias preferências. Deve saber também qual será a finalidade do veículo — trabalho, viagem ou uso no dia a dia. Para cada tipo de situação, são apresentados carros com perfis diferentes e saber escolher o que mais se adéqua à sua necessidade é fundamental para obter o máximo de satisfação.

Outro erro bastante comum é pegar o primeiro veículo oferecido. Antes de fechar o negócio, deve-se analisar bem o automóvel em questão e ficar atento se ele atende a todas as suas exigências e expectativas no que se refere a acessórios e outros aspectos, como:

  • desempenho do motor;
  • quilometragem por litro de combustível;
  • torque;
  • tamanho do bagageiro; 
  • espaço interno.

2. Ignorar os gastos com combustível 

Para se prevenir de um gasto maior que o esperado, é importante que o locatário faça uma pesquisa sobre o preço do combustível nos locais em que ele vai utilizar o carro. Fique atento também se existem cobranças de pedágio durante o trajeto programado e inclua no orçamento.

Geralmente, as locadoras recomendam que o veículo seja devolvido com o tanque cheio, por isso, tenha o cuidado de conferir antes de devolvê-lo, pois encher o tanque costuma ser mais barato do que pagar pelo preço que as locadoras cobram pelo combustível. 

3. Deixar de ler o contrato

É imprescindível que o locatário leia e saiba as regras para a locação do carro, pois é por meio dela que o condutor vai conhecer todos os direitos, benefícios contratados e deveres que devem ser cumpridos. No contrato deverá constar informações, sobre:

  • data e hora da locação e devolução do veículo;
  • condições gerais de uso e devolução por parte do condutor;
  • especificações do automóvel;
  • valores de taxas extras e serviços adicionais;
  • informações sobre o locatário e locadora;
  • penalidades no caso de quebra de contrato;
  • abrangência do serviço de proteção e participação;
  • substituição do veículo;
  • preços, reembolsos e indenizações;
  • responsabilidade por danos e acidentes.

4. Não conhecer as regras locais

Um dos erros comuns ao alugar um carro é desconhecer a legislação dos locais por onde você vai passar e isso pode trazer consequências desagradáveis. Por isso, pesquise sobre as leis de trânsito do destino e das cidades que estão no caminho até ele. Isso pode evitar que você receba multas desnecessárias por motivos, como: excesso de velocidade, ultrapassagem irregular, rodízio de veículos, estacionamentos proibidos, falta de uso de rotativo.

5. Devolver o veículo em outra unidade

Grande parte das locadoras oferecem ao condutor a opção de devolver o carro em outra unidade, porém, isso pode ser um grande erro, pois a taxa que será paga para esse serviço adicional pode não compensar e acabar pesando no orçamento.

O ideal é organizar o roteiro com cuidado, de modo que o fim da viagem coincida com a data e o local de devolução do automóvel. Para isso, uma boa dica é fazer um roteiro circular, em que o último local seja o mesmo em que você retirou o carro.

6. Deixar de observar os valores dos pacotes

Alugar o carro por um dia pode ter vários benefícios, mas você já pensou em alugar por uma semana, um mês ou um ano? Quando o locatário deixa de analisar e comparar todos os preços e ofertas, pode acabar perdendo oportunidades vantajosas que pesariam menos no orçamento. Normalmente quanto maior o prazo, menor o preço por diária.

Por isso, analise bem os pacotes oferecidos e calcule se as diferenças de preços entre cada uma delas vale realmente a pena. Fazendo a escolha mais adequada para sua necessidade, você pode unir praticidade e economia.

7. Não acompanhar a vistoria

Essa é uma das etapas mais importantes e que algumas vezes é negligenciada pelo locatário. Acompanhar a vistoria do veículo é fundamental para evitar dores de cabeça na hora da devolução. É preciso ter muita atenção nesse processo, pois é por meio dele que são identificadas as possíveis avarias no veículo, tais como:

  • riscos e desgastes na lataria ou nos vidros;
  • estado de conservação do estofamento;
  • integridade e funcionamento dos acessórios do veículo;
  • condição de uso dos pneus;
  • quilometragem e nível de combustível;
  • presença dos itens de segurança (macaco, estepe, chave de roda e triângulo).

Nesse momento, faça perguntas, tire fotos e conteste caso veja algo irregular no carro, pois tudo que estiver diferente do que foi apresentado será cobrado na hora da devolução. Caso ache que o veículo não esteja adequado às suas necessidades, peça a troca imediata antes de concluir a locação.

8. Não contratar a proteção da locadora

Correr o risco de não contar com proteção é um dos erros comuns ao alugar um carro que pode trazer graves consequências e grande prejuízo financeiro, pois é ele que resguarda o locatário de precisar indenizar a locadora em casos específicos. 

Esses pacotes são oferecidos pela própria locadora e contam com proteção contra roubos e furtos, acidentes, danos materiais, pessoais e ainda danos a terceiros.

Nesses casos, economizar pode sair caro, portanto, analise a situação com calma e não deixe de contratar uma das opções de cobertura. Verifique os valores  de coparticipação e escolha o tipo de cobertura que lhe deixar mais confortável.

O aluguel de veículos é uma decisão que se toma pensando na praticidade e até mesmo na economia financeira. Porém, existe uma série de erros comuns ao alugar um carro que devem ser evitados, caso contrário, o resultado é uma dor de cabeça e alguns problemas para resolver. Neste artigo, você pôde conferir oito desses equívocos, mas é sempre importante ter muita atenção para não cometer outros deslizes.



Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Sobre o autor

Lokamig Rent a Car

Há mais de 36 anos somos apaixonados por Minas Gerais e por locação de veículos. Sabemos o quão belo, atrativo e muitas vezes inexplorado é nosso estado, por isso indicamos as melhores opções de destinos e dicas sobre nossa gastronomia, natureza, cultura e nossa típica hospitalidade. Seja para encurtar distâncias ou descobrir novos destinos, a Lokamig estará ao seu lado.

Deixar comentário.

Share This