Você conhece a Serra da Mantiqueira? Veja 8 passeios que valem a pena na região!

A Serra da Mantiqueira é uma região montanhosa, cheia de belas paisagens e que atrai muitos turistas todos os anos. Cerca de 10% do local está localizado em terras fluminenses, 30% em território paulista e 60% no estado de Minas Gerais, contabilizando uma extensão de, aproximadamente, 500 km. Para Belo Horizonte, ela é distante 441 quilômetros.

Por sua altitude elevada, a Serra da Mantiqueira registra baixas temperaturas, com geadas e névoas frequentes, causando ainda mais charme pelo seu friozinho habitual. Se você ainda não conhece o local, que tal se programar para visitar esse lugar tão charmoso do sudeste brasileiro?

Pensando em ajudar a fazer uma visita inesquecível pela região, listamos algumas boas opções que podem servir até mesmo como guia. Confira nossas dicas de passeio e conheça mais desse destino!

1. Aiuruoca

A

Aiuruoca é um pequeno pedaço de paraíso, com pouco mais de 6 mil habitantes. Localizada no sul de Minas, tem acesso pela rodovia AMG-1035 a partir do cruzamento com a BR-267. O destino é ideal para os amantes do ecoturismo, já que tem mais de oitenta cachoeiras, trilhas e bosques. Além de ser uma cidade calma, ideal para momentos de sossego e descanso.

O ponto turístico mais conhecido é o Pico do Papagaio, localizado no Parque Estadual da Serra do Papagaio. Além dele, também vale a pena visitar a Reserva Ambiental do Mututu e o Vale dos Garcias.

Amanhecer no cume do Pico do Papagaio – Aiuruoca-MG –  a aproximadamente 2100m de altitude. (Imagem via: Horizonte Vertical)

2. Gonçalves

A pacata cidade é um dos destinos com forte desenvolvimento na Serra da Mantiqueira. No local, é possível encontrar belas trilhas, mirantes, cachoeiras e praticar mountain bike, rapel, cavalgada e trekking. Gonçalves tem tudo para quem quer curtir um ambiente tranquilo: paisagens verdes e lindas, ar puro e muita comida boa!

E por falar nisso, a gastronomia é um dos pontos fortes do local, já que é conhecida pela produção de alimentos orgânicos. Além disso, um famoso evento da região é o Festival de Gastronomia e Cultura da Roça, que acontece em novembro e reúne restaurantes da cidade com tudo de melhor que a culinária mineira tem a oferecer.

Não deixe de passar na loja Senhora das Especiarias, que é ponto turístico da cidade. E não se esqueça de reservar um espaço na mala para voltar com algumas das gostosuras de lá, como geleias, temperos e conservas — e o melhor, na loja você pode experimentar tudo antes de comprar!

Pão de queijo quentinho, cafézinho mineiro com borda de doce de leite e broa de fuba de moinho assado no forno à lenha. Como resistir? (Foto via: Gastronomia Gonçalves)

3. Passa Quatro

A cidade de Passa Quatro conta com mais de 16 mil habitantes, sendo bem maior do que outras que fazem parte da Serra da Mantiqueira. O local é calmo, com ruas de paralelepípedo, prédios do fim do século XIX e muita água mineral — são mais de 25 bicas públicas espalhadas pela cidade.

Suas atrações turísticas incluem montanhas, cachoeiras, fazendas e muita natureza! Além disso, o passeio de Maria Fumaça é um dos pontos altos da região, e a Travessia da Serra Fina é um dos locais mais conhecidos e buscados para os visitantes de Passa Quatro.

Travessia da Serra Fina (Fovo via: Wikiparques por: Silvio Serrano/Wikimedia)

4. Itanhandu

Itanhandu é uma cidade da microrregião de São Lourenço, no sul de Minas Gerais, mais conhecida como “Cidade Saudável”, graças ao clima puro e paisagens naturais. Lá, encontram-se rios que formam cachoeiras e corredeiras, além de ser ideal para os praticantes de esportes radicais, como montanhismo, motocross e voo livre.

Se estiver indo conhecer a cidade em julho, não deixe de conferir um dos pontos altos da cidade, que é o Festival de Música de Itanhandu.

Turismo de montanha é o forte do Circuito Terras Altas da Mantiqueira, composto pelas cidades de Itanhandu, Alagoa, Itamonte, Passa Quatro, Pouso Alto, São Sebastião do Rio Verde e Virgínia. (Foto via: Associação de Montanhismo e Proteção da Serra da Mantiqueira)

5. Campos do Jordão

Um dos destinos mais procurados no inverno do sudeste brasileiro, principalmente no mês de julho, a cidade de Campos do Jordão é um dos grandes destaques da Serra da Mantiqueira. Distante a 170 km da capital de São Paulo, ela pode ser acessada de carro pela rodovia Ayrton Senna, depois pela Carvalho Pinto até a Dutra, e mais alguns quilômetros pela SP 123.

Chegando a esse paraíso que atrai muitos brasileiros, se você for um amante de cervejas, vale a pena degustar algumas na fábrica da Baden Baden, que é bem interessante para conhecer de perto como é a fabricação da bebida. Aproveite também para fazer o passeio de Trenzinho da Montanha, além de fazer uma bela caminhada pelo Centro da Vila Capivari.

 

Choperia e restaurante Baden Baden em Campos do Jordão. Foto: GC/Blog Vambora!

6. Cunha

Mais uma ótima opção de passeio é a cidade de Cunha, em SP, que está localizada entre a Serra do Mar, a Serra da Mantiqueira e da Bocaina. O local, que é bem marcado por características rurais, tem alguns atrativos imperdíveis, como passeios ecológicos, trilhas e cachoeiras. E ela fica situada a 230 km da capital paulista, bem na divisa com o estado do Rio de Janeiro.

E o que fazer por lá? Dá para conhecer a Casa do Artesão, local repleto de peças feitas de cerâmicas, entre outros, como parte do artesanato da região. Além disso, você pode ter um passeio inesquecível (e perfumado!) pelos campos de lavanda da cidade, finalizando com um bom sorvete feito de lavanda — sim, e dizem que é bem gostoso.

Já nas cachoeiras, não deixe de visitar a do Pimenta, Jericó, Taboão e Desterro.

Lavandário de Cunha (Foto via: Blog Por Onde Andamos)

7. Monte Verde

No estado de Minas Gerais, a Serra da Mantiqueira também conta com a belíssima região de Monte Verde, um distrito da cidade de Camanducaia. Por lá, o friozinho típico da serra é presença marcante, o que confere todo aquele clima ideal para passeios mais tranquilos, boa comida e muitas experiências.

A primeira coisa que vale a pena fazer é uma caminhada pelo centrinho histórico, com forte influência europeia. Aproveite para entrar nas lojinhas e reservar aquela lembrancinha da viagem, além de visitar algumas galerias, como o Shopping Center Celeiro. Faça também uma trilha pelo Parque Verner Grinberg, e experimente um bom piquenique!

Quais trilhas fazer? Anote aí: Pedra Redonda, Pedra Partida, Chapéu do Bispo, Trilha do Platô e Pico do Selado.

Monte Verde (Foto via: Blog Viajando na Janela)

8. São Bento do Sapucaí

Ainda na lista de locais a visitar na Serra da Mantiqueira, faça uma visita a São Bento do Sapucaí, um destino bem tranquilo, situado a apenas 40 km de Campos do Jordão. Prepare-se para ter uma vista deslumbrante da serra, com noites bem tranquilas e lugares charmosos e muito românticos para se hospedar — principalmente se estiver acompanhado.

E para aproveitar a viagem ao máximo, a aventura é que se chama! Dá para apostar em trekking, atividades ao ar livre, escaladas e rapel e voo livre. No roteiro, ainda inclua a Pedra do Baú, um complexo bem famoso na região e que conta ainda com incríveis cachoeiras.

Pedra do Baú (Foto: Nancy Ayumi Kunihiro – via: Blog Mundo Logout)

Então, o que achou das dicas de passeio pela Serra da Mantiqueira? E como viajar é uma das melhores experiências que existem, nada melhor do que curtir lugares repletos de natureza, paisagens e sossego, não é mesmo? Este é um ótimo roteiro para curtir após a quarentena!

E se você já se animou para fazer essa rota e conhecer a Serra da Mantiqueira, aproveite a oportunidade e confira como fazer uma ótima viagem de carro pela Estrada Real!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-